Home

OBJETIVO

O CNCFS é uma pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos e tem por objeto promover o desenvolvimento do setor dos frutos secos em Portugal, nomeadamente: a castanha, a amêndoa, a noz, a avelã, a alfarroba e o pistácio, pela via do reforço da investigação, da promoção da inovação e da transferência e divulgação do conhecimento.

CENTRO NACIONAL DE COMPETÊNCIAS
DOS FRUTOS SECOS BRIGANTIA ECOPARK

MISSÃO

O Centro Nacional de Competências dos Frutos Secos – Associação CNCFS, tem como atribuições principais a definição de programas e desenvolvimento de ações que através de atividades comuns entre os seus associados, contribuam para a dinamização da fileira:

  • Elaborar a agenda portuguesa de investigação da fileira dos frutos secos, com o objetivo da constituição de uma referência para orientação de políticas públicas neste domínio e respetivos instrumentos financeiros;
  • Promover a competitividade da fileira, garantindo a sustentabilidade das culturas que abrange (castanha, noz, avelã, amêndoa, pistácio e alfarroba);
  • Fomentar a internacionalização e as exportações assumindo Portugal, cada vez mais, uma posição de destaque a nível mundial;
  • Divulgação do efeito do consumo de frutos secos na saúde humana promovendo o seu consumo;
  • Promover a interação entre os vários agentes da fileira, potenciando a organização e a partilha de informação, bem como o desenvolvimento de estratégias conjuntas;
  • Potenciar a divulgação do conhecimento científico e tecnológico em estreita ligação com os agentes da fileira;
  • Criar condições ao desenvolvimento da atividade experimental que se considere necessária à melhoria da produtividade e qualidade;
  • Salvaguardar as cultivares tradicionais através do estudo, manutenção e preservação do património genético;
  • Constituir-se como veículo de transferência de conhecimento para a adoção das melhores práticas disponíveis;
  • Exercer quaisquer outras atividades que, por deliberação da Assembleia Geral, se integrem nos fins do CNCFS.

ÓRGÃOS SOCIAIS

Mesa da Assembleia Geral

Presidente
Ana Paula Silva (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro)
Vice-Presidente
Vasco Veiga (Produtos Congelados, SA Sortegel)
Secretário
Bruno Cordeiro (Cooperativa Agrícola de Produtores de Amêndoa de Trás-os-Montes e Alto Douro C.R.L.)

Conselho Fiscal

Presidente
Nuno Ferreira (Pabi S.A. - Euroamendoa)
Vogal
Luciano Mesquita (Cooperativa Agrícola de Valpaços)
Vogal
Abel Pereira (Associação Agro-Florestal e Ambiental da Terra Fria Transmontana)

Conselho Consultivo

Presidente
Presidente do Conselho Diretivo do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária I.P. - INIAV
Representantes de:

MAM Diretor Regional de Agricultura e Pescas do Norte

CCT Instituto Politécnico Viseu

Amêndoa AMENDOACOOP CRL

Avelã A designar

Castanha RefCast – Associação Portuguesa da Castanha

Noz A designar

Alfarroba Associação Interprofissional para o Desenvolvimento da Produção e Valorização da Alfarroba

Direção

Presidente
Albino António Bento (Instituto Politécnico de Bragança)
Vice-Presidente
José Ângelo Pinto (Cooperativa Agrícola de Penela da Beira)
Tesoureiro
Joana da Assunção Morais Araújo (Amendouro, Comércio e Indústria de Frutos Secos, SA.)
Vogal
Filipe Rodrigues Pereira (Associação Regional dos Agricultores das Terras de Montenegro)
Vogal
Carlos Daniel Fernandes da Silva (Proruris, Empresa Municipal de Desenvolvimento Rural Vinhais)

Junte-se a mais de 40 entidades ligadas à produção, transformação / comercialização, I&D, entre outras

Explicação do que podem receber

Join to our mailing list to receive news and updates to your email.